HOW TO LEAVE YOUR OLD LIFE BEHIND

1.O que acreditamos ser libertador pode acabar se tornando fundamentalmente restritivo;
2. É impossível se livrar da ansiedade, mas você pode mudar a formal na qual se
relaciona com ela;
3. A demanda por variedade é mais opressiva que a continuidade;
4. As pessoas são mais felizes quando estão em busca de algo que ainda não alcançaram;
5. A natureza não dá saltos;
6. A ilusão do individualismo pode mitigar o poder do coletivo;
7. Seja positivo, seu estado emocional da forma as suas percepções, pensamentos e memórias;
8. A insegurança é um sistema de controle social usado pelo capitalismo;
9. O futuro é vegetariano;
10. A tecnologia, quando usada em equilíbrio, pode ser incrível.

No Inverno 2018 a Cotton Project analisa a seguinte premissa: se você pudesse se livrar de suas obrigações e começar uma vida nova, como ela seria?

Antecipando a subjetividade da resposta, em um primeiro momento a marca propõe uma análise ética ao invés de uma imposição estética, apresentando dez citações que funcionariam como drivers internos para mudança.

Em um segundo momento, com a inevitabilidade da representação estética, a marca apresenta uma visão pessoal dessa mudança. De acordo com a Cotton Project, essa mudança de vida passaria por uma mudança comportamental (neuroplasticidade) e a proposta de um maior equilíbrio entre a vida urbana e a natureza, uma fuga bucólica.

Dessa forma, a coleção se traduz em cores rurais, conceitos clássicos/funcionais e uma estética atemporal.

Cores: Cores terrosas (marrom, bege e ocre), mostarda, lilás, verde pastel, petróleo e cores clássicas (marinho, preto, branco e cinza).

Materiais: Camurça, pelúcia sintéticas, jacquard, moletom, veludo cotelê, jeans, sarja, tricot e couros naturais.

FICHA TÉCNICA
Direção Criativa: Rafael Varandas
Estilo: Acácio Mendes
Direção do Desfile: Augusto Mariotti
Trilha: Marcelo Gerab
Cenografia: Man Made
Beleza: Dindi Hojah

PATROCÍNIO

Motorola

A Motorola está de volta ao São Paulo Fashion Week nessa 45ª edição do calendário de moda, participando do desfile da Cotton Project, marca do estilista Rafael Varandas.

O ponto de encontro entre o conceito das duas marcas é o equilíbrio. No caso da Motorola, o uso da tecnologia e a vida real, como apresentado no movimento global Phone Life Balance, que incentiva o uso inteligente e equilibrado do smartphone com sua plataforma #hellocidades. Já a Cotton Project aposta em um desfile com o tema “Êxodo Urbano”, pregando a harmonia entre vida urbana e rural.

PARCEIRO

Louie + Cotton Project

Para a edição do SPFWN45, a Cotton Project desenvolveu uma parceria com a marca de sapatos Louie e, juntas, criaram a linha “Louie + Cotton Project”. A colaboração une o que há de melhor em cada universo. De um lado, a Louie traz sua referência em sapatos masculinos de qualidade e, do outro, a Cotton Project oferece sua visão alternativa do beachwear.

As marcas apresentam uma releitura da clássica bota Chelsea da Louie, que agora parece com um visual rustico e traz a referência visual da coleção de Inverno 18, “How To Leave Your Old Life Behind”, da Cotton Project.

As botas, produzidas manualmente pela Louie, no interior de São Paulo, de couro natural e com solado tratorada de borracha, aparece nas cores: branco, preto e nobuck. Os calçados estarão à venda, a partir do dia 25 de abril, no e-commerce das marcas e na loja física da Cotton Project por R$475.

Deixe uma resposta