Dragão Pensando Moda começa com Dudu Bertholini

O multitask abriu os bate-papos do DPM 2019

0
5
O “mutitarefas da Moda” Dudu Bertholini abriu os trabalhos do Dragão Pensando Moda e também do Dragão Fashion Brasil 2019.
O DFB, que agora é chamado de DFB Festival, é um break generoso na rotina da capital do Ceará. O evento cresce cada vez mais a cada ano e incrementa todas as atividades.
Uma delas é o já tradicional Dragão Pensando Moda. Numa parceria com o Senac Ceará o evento leva profissionais de calibre do mundo da Moda para dividir seu conhecimento com iniciantes e estudantes.
E a galera comparece.
Nesta tarde super quente de quarta-feira o auditório lotou para ouvir as histórias da vida profissional de Dudu Bertholini. Ele, que nasceu no interior de SP, levou sua ousadia a capital através de desfiles e editoriais de Moda atuando como stylist. Dudu já transitou por vários caminhos, mas sempre se manteve no mercado de moda. Teve uma marca, a Neon, que fechou devido a pressão por aumento da produção e exigência de se seguir por um caminho que ele não achava ecologicamente sustentável.
Sustentabilidade, aliás, foi o tema que dominou boa parte da sua fala. Ele defende práticas mais sustentáveis na Moda. Segundo ele, o mais importante é que todos os profissionais e marcas criem consciência e ao menos “comecem”.
“Como diz Oskar Metsavaht, dono da Osklen, e sua filosofia ASAP – as sustainable as possible (ou seja, o mais sustentável possível), devemos fazer o que está ao nosso alcance. Não tem mais desculpa para não ser sustentável.
O bate-papo foi mediado por Eduardo Mota, do Senac-CE.

dragao pensando moda - DFB 2019 - Osasco Fashiondragao pensando moda - DFB 2019 - Osasco Fashion

dragao pensando moda - DFB 2019 - Osasco Fashion
Eduardo Mota e Dudu Bertholini

Deixe uma resposta