Desfile Lindebergue Fernandes

0
637
Lindebergue, de óculos ao centro, e as drags de "As Travestidas"

Lindebergue tem cara de menino, mas já é veterano no Dragão Fashion Brasil e no mercado. Completando 20 anos de carreira, o estilista decidiu fazer um passeio por sua própria história e colocou na passarela muitas referências pessoais.

Do entrelaçado artesanal e do crochê, passando pela palha de buriti do Maranhão, até o jeanswear tudo tem a cara de Lindebergue. Algumas modelagens são elegantemente femininas, mas acabam recebendo uma overdose de cor e de acessórios. Para os meninos, muitas peças “oversized” (isto é, com tamanhos exagerados) e, no geral, um styling dramático que beira o cênico.

É importante citar que em todas as peças há uma característica inata a Lindebergue: a dedicação. Embora haja muita informação numa mesma peça, dá para notar que todas elas se conversam. As flores aplicadas no look anterior tem as mesmas cores da bermuda que vem no look seguinte. E flores há também na renda da saia, da calça e do macacão masculino. O crochê tem pontinhos e pontões e tudo aquilo que o estilista gosta e já usou como referência em suas coleções.

Antes do início do desfile de Lindebergue, Claudio Silveira, organizador do evento, prestou uma homenagem a João Sobarr, jovem estilista que faleceu no final de 2014. João havia estreado no Line Up do DFB em abril de 2014 com seu desfile solo, porém, ele havia sido assistente de Lindebergue por muitos anos e também de outros estilistas do DFB.

Tanto Lindebergue quanto João Sobarr sempre apoiaram os artistas locais e seu círculo de amizades sempre incluiu pessoas do meio LGBT. Lindebergue vai lançar no mercado, em breve, uma linha de camisetas divertidas com frases e expressões que circulam nas bocas de pessoas deste grupo e que, aos poucos, estão sendo difundidas em todos os meios. Durante o desfile, drags e comediantes do elenco de “As Travestidas” cruzaram a passarela trajando camisetas onde podia-se ler coisas como “neca”, “odara”, “cafuçú”, “close”, “aliban”, “é o quê, querida?” e “aqué”. Há quem diga que a linha de camisetas é beneficente, mas o estilista ainda não confirmou oficialmente.

Confira abaixo a homenagem a João Sobarr e os looks de Lindebergue Fernandes!

Deixe uma resposta